EXAME

12/11/2012

Holter

O que é o Holter? Um monitor Holter é uma gravação em fita contínua de ECG de um paciente durante 24 horas. Como ele pode ser usado durante a paciente atividades diárias normais, ajuda o médico correlacionar os sintomas tais como palpitações, cansaço, tontura, batimento lento etc.

                No holter é muito mais fácil detectar um ritmo cardíaco anormal quando comparado com o ECG, que dura menos do que um minuto. Ela também pode ajudar a avaliar o eletrocardiograma do paciente durante os episódios de dor no peito, durante o qual pode haver mudanças indicadores que sugerem isquemia (redução do fluxo de sangue pelas artérias provocada por placas de gordura).

               Como posso me preparar para o teste? A única exigência é que o paciente use roupas confortáveis.  Prefiram camisas ou blusas com botões na parte da frente. Isto faz com que seja conveniente para aplicar os eletrodos de ECG e também transportar confortavelmente o monitor de forma relativamente discreta.

                Como o teste é realizado? Limpa-se o tórax do paciente com uma solução de álcool para assegurar boa ligação dos eletrodos do ECG com a pele.  Fios finos são então usados ​​para ligar os eletrodos a um pequeno gravador. Para não danificar o gravador, o paciente somente poderá tomar um banho de asseio. Todas as atividades do dia devem ser descritas em um diário previamente entregue ao paciente, assim como qualquer sintoma a fim de tentarmos correlacionar o sintoma a alguma anormalidade no ECG. O gravador de Holter é extremamente seguro. Alguns pacientes são sensíveis ao adesivo do eletrodo, mas não há reações alérgicas graves.

                Por que o exame é realizado? Há muitas razões que o seu médico pode solicitar este teste:

 

 

  • Para ajudar a detectar batimentos cardíacos irregulares (arritmias cardíacas).
  • Para ajudar a avaliar a dor no peito.
  • Para ajudar a verificar a atividade do coração após um ataque cardíaco.
  • Para ajudar a verificar a atividade do coração após a implantação de um marcapasso artificial.
  • Para ajudar a verificar a ação de alguns medicamentos.
  • Para ajudar a descobrir a causa de alguns sintomas, tais como dificuldade em respirar, tonturas, sensação de desmaio, ou  mesmo desmaio.